CFM - Caminhos de Ferro de Moçambique
  • substituição de carris;
  • extensão do comprimento de linhas dos desvios de cruzamento para permitir a acomodação de comboios mais longos;
  • reabertura de linhas secundárias das estações; e
  • soldadura alumino térmica de carris. Como resultado registou-se uma redução do tempo de trânsito de cerca de 4h:00 no percurso Ressano Garcia-Maputo e vice-versa para 1h:30. De registar também que como resultado destas intervenções passaram a circular na linha de Ressano comboios longos de carvão e magnetite, com 60 vagões e 3600 toneladas líquidas resultando em significativa economia de custos e vantagens para os clientes e para o CFM.