CFM - Caminhos de Ferro de Moçambique

ComboioO CFM acaba de rubricar com a sua congénere Zimbabweana, NRZ, e a empresa de exploração mineira também do Zimbabwe, a ZIMASCO, um Acordo de Prestação de Serviços “Service Level Agreement”, visando o transporte de grandes volumes de minério de crómio e lingotes de ferro para os Portos da Beira e de Maputo, através das linhas férreas de Machipanda e Limpopo, respectivamente.

O referido Acordo, que entrou em vigor a 01 de Novembro corrente é válido até Dezembro de 2018, prevê o transporte ferroviário de cerca de 1.000.000 de toneladas daqueles minérios de exportação, à razão de 70.000 toneladas por mês.

Com a assinatura deste acordo a linha de Limpopo irá atingir no próximo ano cerca de 1 milhão toneldas, volume nunca antes realizado.

Para o efeito, o CFM e o NRZ estão a mobilizar equipamento ferroviário, nomeadamente, vagões e locomotivas para viabilizar este importante negócio para a Empresa.

Assinatura de Contrato CFM NRZAssinaram o acordo, da parte do CFM, o respectivo Presidente do Conselho de Administração, Eng. Miguel Matabel e o Administrativo Executivo que responde pela área Operacional, Eng. Agostinho Langa Jr. Da contraparte Zimbabweana, pela ZIMASCO, o acordo foi assinado pelo CEO John Musekiwa e pela NRZ, o respectivo General Manager , o Eng. L. A. Mukwada.