CFM - Caminhos de Ferro de Moçambique

Inauguracao Ponte BoaneO Presidente da República, Filipe Jacinto Nyusi, inaugurou no passado dia 28 de Setembro, a nova Ponte Ferroviária localizada em Boane, sobre o rio Umbelúzi- Província de Maputo, uma infraestrutura qua vai permitir o aumento da capacidade de cargas para 5 milhões de Toneladas por ano, na Linha de Goba.

Avaliada em pouco mais de 588 milhões de Meticais- fundos próprios dos CFM-, esta Ponte é a maior infraestrutura do género construída após à Independência Nacional.

 

Inauguracao Ponte Boane CarruagensA Ponte tem 362 metros de extensão e assenta em cinco pilares de betão armado e estrutura metálica, com uma altura que varia entre os 7 e 11.5 metros. Poderá suportar 27 toneladas por eixo, contra as anteriores 18.5 toneladas, facto que irá permitir a circulação de Locomotivas com maior capacidade e composições acima de 100 vagões, contra 50 vagões da antiga Ponte.

 

 

Inauguracao Ponte Boane PRIntervindo na ocasião, o Presidente Nyusi destacou o facto de a ponte ser de grande importância para o crescimento da economia nacional e regional, salientando que “a inauguração desta ponte ferroviária é sinal do manifesto da nossa agenda comum, a de construção do bem-estar social e inclusivo para todos. Com uma infraestrutura desta magnitude nesta linha de Goba, os diferentes operadores e agentes económicos nacionais e estrangeiros passam a ter ao seu dispor uma obra moderna e de qualidade, que vai garantir o transporte de pessoas e bens em condições seguras e em maiores quantidades”, disse Nyusi, que apelou ainda ao CFM a ser “comercialmente agressiva na mobilização do tráfego para que a ponte atinja o objectivo para o qual foi concebida e garanta o retorno rápido do investimento realizado”.

Inauguracao Ponte Boane Carlos MesquitaPor seu turno, o Ministro dos Transportes e Comunicações, Carlos Mesquita, não escondeu a satisfação desta infraestrutura que acabamos de inaugurar. Trata-se “do primeiro maior empreendimento de raiz de uma ponte ferroviária desde a independência nacional, num contexto em que o sector dos Transportes e Comunicações é chamado a mobilizar a sua capacidade para a modernização e ampliação da sua rede ferroviária nacional e internacional, para responder ao novo quadro do aumento do tráfego ferroviário em quase todas as nossas linhas.”- salientou Mesquita.

Para responder a este novo quadro, segundo o Ministro, o sector dos Transportes e Comunicações está a implementar um vasto programa de ampliação das infraestruturas ferroviárias noutras frentes, como os estudos para a ampliação de capacidade da linha de Ressano Garcia, obras de ampliação da linha férrea de Sena, consolidação das operações no Porto de Nacala-a-velha, entre outras acções programadas.

Inauguracao Ponte Boane PCANa mesma ocasião, o PCA do CFM, Victor Pedro Gomes, fez saber que “através desta Ponte, poderão passar cargas para o Porto de Maputo, como o calcário da zona de Salamanga, estimado em cerca de 600 mil toneladas por ano, o açúcar da Suazilândia, estimado em cerca de 300 mil toneladas por ano, para além, obviamente, do nosso serviço de transporte de passageiros que assumimos como Responsabilidade Social dos CFM”. Acrescentando que, ainda neste âmbito, durante a construção da Ponte, pelo menos “300 estudantes do curso de Engenharia da Universidade Eduardo Mondlane e do Instituto Industrial de Maputo usaram o empreendimento como um laboratório para aulas práticas, o que lhes permitiu aliar o conhecimento teórico à prática”.

Victor Gomes aproveitou para anunciar, no âmbito da política de Responsabilidade Social da Empresa, a construção de um bloco de duas salas de aulas, na Escola Primária Completa Antigos Combatentes, e uma Maternidade, ambos no bairro Paulo Samuel Kankhomba, no Distrito de Boane.