CFM - Caminhos de Ferro de Moçambique

rg1A Vice-Ministra dos Transportes e Comunicações de Moçambique, Dra. Manuela Rebelo ficou satisfeita com o resultado dos trabalhos desenvolvidos pela Empresa Portos e Caminhos de Ferro de Moçambique (CFM), na Linha de Ressano Garcia.

Rebelo fez esse pronunciamento, no quadro da visita de trabalho que efectuou à Linha de Ressano Garcia, no dia 6 de Maio de 2015. A governante percorreu a Linha de comboio que partiu da Estação da Machava e terminou na Estação fronteiriça de Ressano Garcia.

rg2A Linha de Ressano Garcia, que faz fronteira com a África do Sul, constitui uma importante fonte de rendimentos para a economia do País, e o objectivo da visita da governante era justamente para “ver em que condições está a linha, quais as necessidades em termos de reabilitação, intervenções, etc.”

Após a viagem, a Vice-Ministra concluiu que “grande parte da linha não está como achávamos que estivesse mal. Os CFM estão a trabalhar muito bem, estão a fazer muitas intervenções, principalmente em alguns pontos críticos…e isso é muito bom.”

linharg3Para além da Linha de Ressano Garcia, a vice-Ministra visitou, igualmente, o Estádio da Machava, propriedade do CFM, bem como os Terminais de Carvão e de Combustíveis, no Porto da Matola.