CFM - Caminhos de Ferro de Moçambique

joc2As Empresas CFM, MPDC, Swazy Rail e TFR inauguram, no passado dia 22 de Setembro, nas Oficinas Gerais do CFM-Sul, o Centro de Operações Conjunto- JOC, uma plataforma que possibilitará o controle das operações ferroviárias ao longo do Corredor de Maputo.


Falando na cerimônia, que contou a presença dos Presidentes dos Conselhos de Administração das empresas envolvidas, o Ministro dos Transportes e Comunicações de Moçambique, Gabriel Muthisse congratulou o projecto, pois através dele “é possível termos uma comunicação em tempo real, permitindo uma planificação conjunta viável de circulação de comboios, o que poderá contribuir para o resgate do tráfego ferroviário que neste momento, esta sendo operacionalizado por via rodoviária”.


joc3Gabriel Muthisse acrescentou, ainda, que “este projecto é, sem dúvidas, a materialização dos esforços dos nossos Governos ao preconizado no Protocolo sobre os Transportes, Comunicações e Meteorologia”.


Recorde-se que o Corredor de Maputo, onde o JOC irá operar, é utilizado, de forma directa, por, no mínimo, 3 Países da região, o que constitui uma mais-valia nos esforços dos governos para o incremento das economias desses países, no geral, e na melhoria das condições de vida das populações, em particular.