cfm logo

Afrobasket 1A noite de 25 de Novembro de 2018 entrou nas datas históricas do Clube Ferroviário de Maputo, mercê da conquista de uma das taças mais cobiçadas no Continente Africano, ganha pelo Clube Ferroviário de Maputo na modalidade de Basquetebol, no campeonato Africano de Clubes Campeãs em sénior feminino.

A 24ª edição do campeonato que decorreu de 18 a 25 de Novembro corrente no pavilhão do Clube Maxaquene, na Cidade de Maputo, contou com a participação de dez clubes campões africanos, nomeadamente, Clube Ferroviário de Maputo (Moçambique), MB2ALL (Madagáscar), FAP (Camarões), Kenha Ports Authorty e Equty Bank (Quénia), Inter Clube (Angola), First Bank  Basketball Club (Nigéria), e V-Club e INSS (República Democrática do Congo) e Lakers (Zimbabwe).

LocomotivaA Empresa Portos e Caminhos de Ferro de Moçambique (CFM), em conjunto com outras empresas integrantes do Corredor de Maputo, designadamente, TFR, MPDC e Grindrod, acaba de ser distinguida com o Prémio Platina a mais alta distinção que é anualmente atribuída pela revista Logistics News uma publicação da África do Sul.

Para esta premiação contou o trabalho ao nível de volume do desempenho registado nos últimos 5 anos observado no Corredor de Maputo.

MTC Porto de Nacala 3 de Outubro 2018Foi lançada, no dia 3 de Outubro de 2018, a primeira pedra para a reabilitação do Porto de Nacala, na província de Nampula, cerimónia dirigida pelo Ministro dos Transportes e Comuicações, Carlos Mesquita.
O projecto, que compreende as fases I e II, com a duração de 36 meses, é orçado em 273,6 milhões de dólares norte-americanos, da Agência Internacional de Cooperação do Japão (JICA) e terá um grande impacto social na região, bem como económico na medida em que envolvendo 400 trabalhadores moçambicanos e 56 estrangeiros.

123 anos dos CFM PCAA Empresa Portos e Caminhos de Ferro de Moçambique, E.P (CFM) vai investir, nos próximos 3 anos, no sector ferroviário, USD 300,6 milhões em linhas férreas e em Material Circulante (locomotivas e vagões).

No sector portuário, os CFM vão investir de 2018 a 2020 na dragagem de emergência e de manutenção do canal de acesso, cais de acostagem e bacia de manobras com USD 33,9 Milhões, aquisição de 2 Rebocadores e Barco Piloto para o Porto da Beira em USD 25,9 Milhões e obras e outros equipamentos portuários com USD 32,2 milhões (Reach Stakers, Forklifts, Sistema VTS, Vedações).

Esta informação consta do Plano Estratégico da empresa apresentado pelo Presidente do Conselho de Administração Eng. Miguel José Matabel, durante a celebração do 123º Aniversário dos CFM assinalado no dia 8 de Julho, cuja comemoração teve lugar na Estação Central dos CFM-Sul, no dia 9 de Julho, na presença do Presidente da República, Filipe Nyusi, do Ministro dos Transportes e Comunicações, Carlos Mesquita, antigos dirigentes da empresa e milhares de trabalhadores.

PR nos 123 anos dos CFMO Presidente da República, Filipe Jacinto Nyusi anunciou no passado dia 9 de Julho corrente, que os resultados positivos apresentados pela empresa Portos e Caminhos de Ferro de Moçambique são sintomáticos da evolução da nossa economia no período de 2015-2017 que culminou na redução de inflação de mais de 20% em 2016 para menos de 5% em 2017 e subida de reservas internacionais líquidas para garantir sete meses de importação de bens e serviços e a estabilização da taxa de câmbio do metical face ao dólar americano.

Filipe Nyusi falava duranta a sua visita aos CFM onde foi apresentado o desempenho Produtivo, Económico e Financeiro de 2017 a Maio de 2018 e Plano Estratégico da empresa 2018-2020.