Concessões

Desde o início da década de 90 que o Governo e os CFM vêm permitindo a participação do sector privado na gestão de Terminais específicos da actividade portuária.

Em 1998 foi definida a nova missão dos CFM que, dentre vários aspectos, se pode destacar o envolvimento do Sector Privado – nacional e estrangeiro –, na exploração e desenvolvimento de sistemas ferroviários e portuários, via concessões.

Por essa via, o CFM possui participações financeiras em 22 sociedades, das quais 15 são do sector Ferro-portuário e as restantes subdividem-se pelo ramo turístico, aluguer de equipamento de transporte ferroviário, infra-estruturas rodoviárias e materiais de construção.

Nesse sentido, para se concretizar a missão relacionada com o envolvimento do sector privado nas concessões para a exploração das actividades ferro-portuárias, foram definidos critérios e princípios de parceria que passam, designadamente, pela:

  • Experiência reconhecida internacionalmente, com “know-how” e com domínio total das tecnologias específicas do sector dos transportes, logística e distribuição;
  • Capacidade financeira sólida, capaz de criar massa crítica e continuar a injectar capital ou mobilizá-lo de fontes externas, para dar seguimento ao programa de investimentos;
  • Disponibilidade para garantir o envolvimento do empresariado nacional;
  • Capacidade de induzir elevados retornos sobre os investimentos passados e futuros, ou seja, os parceiros seleccionados deveriam acrescentar valor ao valor que os CFM já possuem ou possuíam.
ZONA NORTE

CDN
Corredor de Desenvolvimento do Norte

Concessionária para a exploração e gestão da Linha Férrea do Norte e do Porto de Nacala.

CLN
Corredor Logistico de Nacala

Concessionária para a construção, operação, gestão, reabilitação, manutenção e a exploração comercial das infra-estruturas do Ramal Ferroviário de Nacala-à-velha, das infra-estruturas portuárias do Terminal de Carvão de Nacala-à-velha e da Linha Ferroviária Moatize-Malawi.

PCD
Portos de Cabo Delgado

Concessionária para a construção, operação, e exploração dos terminais específicos de óleo e gás dos portos de Pemba e Palma.

 
ZONA CENTRO

CdM
Cornelder de Moçambique

Tem como missão a exploração e gestão dos Terminais de carga geral e de contentores e propósitos múltiplos do Porto da Beira.

CQ
Cornelder de Quelimane

Concessionária para desenvolver, explorar e gerir o Porto de Quelimane.

Macuse
Thai Moçambique Logística

Concessionária para construir e explorar o Porto de Macuse.

NCTB
New Coal Terminal Beira

Concessionária para construir e explorar o novo Terminal Portuário de Carvão do Porto da Beira (Cais 13).

 
ZONA SUL

MPDC
Sociedade de Desenvolvimento do Porto de Maputo

Concessionária para o Desenvolvimento e Exploração do Porto de Maputo.

Subconcessões:

  • DPWM - Dubai Ports World Maputo (exploração do terminal de contentores)
  • STAM – Sociedade Terminal de Açúcar de Maputo (exploração do terminal do açúcar); e
  • TCM – Terminal de Carvão da Matola (exploração do terminal de carvão da Matola).
  • Car Terminal- Terminal Automóvel;
  • Molasses Terminal- Terminal de Melaço;
  • Citrus Terminal- Terminal de Citrinos
  • Granite Terminal- Terminal de Granito;
  • Scrao Terminal- Terminal de Sucata
  • Bulk Liquids Terminal- Terminal de Líquidos a Granel

TCM
Terminal de Cabotagem de Maputo

Concessionária responsável pela gestão e desenvolvimento do Terminal de Cabotagem de Maputo.

BVH
Bela Vista Holding

Concessionária para a construção e exploração do Porto de Techobanine

 
FaLang translation system by Faboba